O surgimento do autorretrato

Por Belvice Sthephine, Maria Fernanda e Yanca Cristina.

         O autorretrato diz respeito a visão que temos do nosso interior. Antes mesmo do indivíduo passar a se retratar através da fotografia, o gênero já fazia parte de inúmeras pinturas ao longo dos séculos. Nessa perspectiva, o ato de se auto representar estava presente em pinturas rupestres nas cavernas de Lascaux, na França, há cerca de trinta mil anos atrás. 

       Já os retratos, eram vistos como uma forma de cultuar seus antepassados. Durante o Império Romano, os retratos começaram a aparecer com uma maior frequência, por meio de moedas, bustos e medalhas. Por outro lado, a arte do autorretrato entrou em ascensão somente durante o Renascimento, período no qual houve pela primeira vez a produção de autorretratos naturalísticos e frontais.

363894c8ee1e71f82bd8ee16c70aaadb.jpg

Imagem 1: Retrato de um romano, supostamente Catão, o velho. 80 a. C., mármore, tamanho natural, Palácio Torlonia, Roma.

27.10-Durer.jpg?w=600&ssl=1.jpg

Imagem 2: Autorretrato com Luvas, 1498, óleo sobre madeira, 52 cm x 41 cm, Albrecht Dürer, Museu do Prado, Madri.

            O autorretrato é abordado inicialmente no décimo livro de “A república” (380 a.c.), publicado por Platão, que define as obras de arte como imitações do mundo exterior, considerando-as um reflexo do mundo das ideias e das “formas ideais”. No entanto, é no Cristianismo da Idade Média que os artistas iniciam uma tradição envolvendo o autorretrato a fim de alcançarem a própria salvação.

         Com a criação dos espelhos, é adotada uma nova forma de produção artística, e os pintores passaram a se autorretratar durante o processo criativo de suas obras. Sob esse viés, é importante ressaltar que a primeira representação de um artista pintando seu próprio autorretrato aparece no manuscrito escrito pelo autor italiano Giovannio Boccaccio em 1402. Em uma das biografias presentes, nota-se uma pintora da Roma Antiga, “Marcia”, sentada em frente a uma mesa, se retratando com o uso de um pequeno espelho convexo.

figura3.jpg

Imagem 3: Marcia pintando seu autorretrato, do manuscrito de Boccaccio sobre mulheres famosas, 1402, tinta e cor sobre pergaminho.

         Em contrapartida, de acordo com Plotino, o autorretrato é produzido a partir do ato de olhar para dentro de si mesmo, não apenas na imagem refletida através do espelho (HALL, 2014 apud NAPOLI). Para além dessa compreensão, o gênero se refere a arte de se reconhecer diante a sua pior e melhor versão, expressar anseios e eternizar momentos felizes. A pintora mexicana Frida Kahlo, descreveu o ato de se autorretratar: “Pinto a mim mesma porque sou sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor.” 

autorretrato-frida.jpg

Imagem 4: Autorretrato com colar de espinho e beija-flor. Frida Kahlo, 1940.

Autorretrato-com-Bonito-Papagaio-e-Borbo

Imagem 5: Autorretrato com Bonito Papagaio e Borboleta. Frida Kahlo, 1941. 

        Em suma, a visão do artista sobre si mesmo pode ser angustiante, e até mesmo retratar defeitos físicos ou mutilações, como em o “Autorretrato com Orelha Enfaixada”. O quadro foi pintado por Vincent van Gogh (1853-1890) após uma crise que o fez cortar o lóbulo da orelha esquerda.

VanGogh-self-portrait-with_bandaged_ear.

Imagem 6: Autorretrato com Orelha Enfaixada. Vincent van Gogh, 1889.

De quem é a primeira selfie da história?

       A selfie, termo desconhecido há muitos anos atrás, tornou-se no espaço de alguns anos, um dos termos mais utilizados nas redes sociais. Essa história é mais interessante ainda quando voltamos no tempo e descobrimos quem foi o autor da primeira selfie.

        Até hoje, a selfie reconhecida como primeira na história é a do explorador Robert Cornelius, químico por profissão. Ele foi a primeira pessoa a capturar sua própria imagem usando um processo que lhe permitiu tirar uma foto. No mesmo ano, e provavelmente antes de Cornélio, Hippolyte Bayard teria encontrado uma maneira de se encenar na frente das lentes, mesmo que ele nunca tenha sido reconhecido pela Academia. 

       Em um belo dia, em outubro de 1839, na  cidade de Filadélfia, nos Estados Unidos, Robert Cornelius decidiu tirar uma foto de si mesmo. Não foi fácil, pois os dispositivos da época eram pesados e não era possível os segurar com uma mão só. Eles também não tinham nenhum temporizador e todas as características que atribuímos aos aparelhos hoje em dia. Sendo assim, como ele pôde tirar essa foto dele?

        Cornelius tirou esta foto removendo a tampa da lente antes de entrar no campo de visão, onde ele se sentou por um minuto antes de cobrir a lente novamente. Na parte de trás da foto, ele marcou como: The first light Picture ever taken. 1839. 

         Depois dele, no século XX, o fenômeno das selfies foi apresentado em outras representações, incluindo tirar fotos em frente a um espelho. Foi assim que a selfie entrou na esfera da fotografia, há quase 165 anos.

         Embora a ideia de autorretrato fotográfico esteja normalmente associada a adolescentes tentando mostrar a foto mais lisonjeira de seu novo estilo de cabelo ou seu tipo de maquiagem, ou mesmo seu melhor ângulo, agora elas se tornaram um plus em termos de comunicação. Contudo, mesmo que Robert Cornelius seja considerado a primeira pessoa a posar em uma selfie, esse termo só foi criado muitos anos depois de seu feito.

follow-the-colours-primeira-selfie-mundo
follow-the-colours-primeira-selfie-mundo

Imagem 8:  Primeira selfie tirada por Hippolyte Bayard em 1940.

Imagem 7:  A primeira selfie tirada por Robert Cornelius em 1839.  

As modificações no autorretrato e a invenção da palavra “selfie”

        O conceito do autorretrato advém da experimentação de técnicas artísticas além da descoberta de si mesmo. Antes da fotografia, o homem só obtinha sua própria imagem através do espelho ou da pintura. Justamente por esse motivo, o autorretrato, como já mencionado, engatinhou por singelos detalhes em pinturas como por exemplo na obra “As Meninas” (1656) de Diego Velázquez. Durante a Renascença italiana por volta do século XV, o culto à personalidade foi bastante discutido e o autorretrato tornou-se, artisticamente, uma manifestação aprofundada do sujeito representado sobre si próprio. 

1400px-Las_Meninas,_by_Diego_Velázquez,_

Imagem 9: As Meninas. Diego Velázquez, 1656.

       As inovações tecnológicas acompanham as transformações socioculturais e vice-versa. Logo, paralelamente ao aperfeiçoamento do autorretrato na pintura e sua influência na autorreflexão do indivíduo, a invenção do daguerreótipo possibilitou o registro da primeira autofotografia e o começo da mudança de conceitos. A fotografia de si mesmo passou a ser usada como ferramenta de denúncia e militância, substituindo por vezes, seu caráter artístico e autorreflexivo. Além do mais, a simplificação dos processos de produção de fotografias tornaram comum a existência das selfies.

felix-nadar-revolving-self-portrait-1865

Imagem 10: A revolving self portrait. Félix Nadar, 1865.

W1siZiIsIjMyNDI4NCJdLFsicCIsImNvbnZlcnQi

Imagem 11: Self Portrait. Robert Mapplethorpe,1980.

         A fotografia que uma pessoa produz de si mesma, sem a intenção de questionar nada sobre sua existência, como no autorretrato descrito acima, é chamada selfie e está cada vez mais ligada ao entretenimento de massa, ao narcisismo e objetificação. A denominação surgiu somente em 2002 na Austrália. Ela é uma abreviação de "self-portrait", que em inglês, significa autorretrato. O primeiro registro da palavra foi em um fórum online no país no mesmo ano de seu surgimento.

Confira também:

Referências

BARREIROS, Isabela. Muito antes de Paris Hilton: a primeira selfie da História foi tirada em 1839. Aventuras na História. Disponível em: <https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/almanaque/primeira-selfie-da-historia-foi-tirada-em-1839.phtml>. Acesso em: 10 de maio de 2021.

 

CANAL CURTA. RETRATOS DE UMA ERA: DAS PINTURAS ÀS SELFIES. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=UETqhWMEQG0&list=WL&index=3>. Acesso em: 11 de maio de 2021.

 

CUSTÓDIO JÚNIOR, Francisco. A Fotografia e a Moda das Selfies: Uma Análise da Evolução do Autorretrato. Disponível em: <https://portalintercom.org.br/anais/nacional2015/resumos/R10-2790-1.pdf>. Acesso em: 10 de maio de 2021.

 

NAPOLI, Isabel Carpes. O AUTORRETRATO NA ARTE CONTEMPORÂNEA. Monografias Brasil Escola. Disponível em: <https://monografias.brasilescola.uol.com.br/arte-cultura/o-autorretrato-na-arte-contemporanea.htm >. Acesso em: 10 de maio de 2021.

 

SOUZA, Olivia de. Imagem: Do autorretrato às selfies. Revista Continente. Disponível em: <https://revistacontinente.com.br/edicoes/170/imagem--do-autorretrato-as-selfies>. Acesso em: 10 de maio de 2021.