Por

FLÁVIA
EDUARDO
DA SILVA

GASTRONOMIA

O regional na alta gastronomia: de pai para filho

Olho

Aos 25 anos, José Oliveira de Almeida, pernambucano, chegava a São Paulo. Trabalhou em fábrica de laticínios, feira, metalúrgica, entre outros, até abrir o próprio bar e restaurante. Vendia produtos típicos nordestinos, como carne seca e farinha de mandioca, além do famoso caldo de mocotó. Há mais de 40 anos, o Mocotó Bar e Restaurante é uma excelente opção para quem quer provar o melhor da gastronomia nordestina, com um cardápio que oferece desde saladas, petiscos e porções feitas com ingredientes típicos da região, até aos tradicionais Sarapatel e Baião-de- dois, além das especialidades da casa, como Dobradinha e Joelho de Porco.

 

O filho do Seu Zé, Rodrigo Oliveira, até começou o curso de Engenharia Ambiental, mas o amor pela culinária foi mais forte. Trancou a faculdade e se dedicou ao restaurante do pai, onde já ajudava desde os 13 anos. Após as broncas do pai, que queria ver os filhos formados, voltou à faculdade, onde ficou amigo de um rapaz que cursava Gastronomia. Após leituras e visitas a restaurantes, decidiu-se que era isso que queria da vida. Fez o curso – e concluiu – e fez estágios e visitou cozinhas do mundo todo, até começar a se dedicar de vez ao restaurante da família.

 

Em 2013, para ter seu próprio espaço com mais condições de experimentar novos produtos, e atender a demanda excedente do Mocotó, Rodrigo inaugurou a Esquina Mocotó. A intenção era fazer diferente, complementar, e não apenas ampliar o espaço do primeiro restaurante. O chef, que se descreve como “paulistano de coração pernambucano” , oferece no local boa comida, hospitalidade e preço justo.

 

No cardápio, a culinária paulista dialoga com a tradição nordestina e a cozinha contemporânea mundial. Uma curiosidade é a preferência por produtos locais de alta qualidade. Eles adquirem produtos como vinhos, queijos, cachaças e café diretamente da fonte. Alguns dos fornecedores são parceiros de longa data, como é o caso de uma cerealista que fornece para o restaurante há mais de 35 anos. Há grandes e pequenos fornecedores, mas o importante é que sejam especialistas e entreguem produtos frescos e de qualidade.

 

Para finalizar, uma deliciosa receita de bolinho a base de mandioca e coco, uma das preferidas da família Oliveira.

 

BOLINHO DE MANDIOCA COM QUEIJO E COCO DO MOCOTÓ

 

Ingredientes 

 

450g de mandioca crua em pedaços

120g de queijo de coalho ralado

100g de coco fresco ralado

200g de açúcar orgânico 

90g de manteiga

4 ovos

5g de fermento em pó 

 

Modo de preparo 

 

Bata todos os ingredientes bem gelados no liquidificador até formar uma massa homogênea. Despeje a mistura em forminhas e leve ao forno preaquecido a 180° C. Asse por aproximadamente 20 minutos ou até que os bolinhos dourem.

Confira também

© 2015-2016. Criado por Vinicius de Morais Pontes, sob orientação do profº Nilton José dos Reis Rocha. FIC/UFG.