Por

ANDRESSA OLIVEIRA DE MOURA

IDEIAS

Tire seus rótulos

O processo de transformação do ser humano em objeto

Sociedade consumista, manipuladora, com muitas críticas e poucos fundamentos, meras rotulações. As pessoas estão a todo tempo trabalhando em um tipo de indústria, no processo que mais amam fazer: colocar rótulos. Porém as mercadorias são complexas, dotadas de conhecimento e habilidades, seres racionais, que agem a todo instante como seres desprovidos do mínimo de inteligência possível.

 

As rotulações colocadas pela sociedade, iniciam-se na infância, (podendo ser chamado também de fase um do processo de montagem) no qual as meninas se veem influenciadas e de certa forma "obrigadas" a gostar de princesas e bonecas. Os meninos também não escapam dessa, lhes impõem a brincar de carrinhos, gostar de lutas e de futebol. Mas e se uma criança de determinado gênero não cria afinidade com aquilo que determinado grupo considera normal? Meus amigos, só digo uma coisa: Defeito! Quero ressarcimento imediato. Produto com defeito de fábrica, ao codificar o rótulo da criança com defeito no código de barras, alguma combinação falhou, então é preciso consertar.

 

Os rótulos vistos de forma diferente

O reparo é a longo prazo, trabalhoso também. Algumas pessoas receberão a tarefa de investigar as causas e a origem daquela falha, então falarão o código correto, até que a máquina, praticamente um robô, decifre o comando correto e o execute. A máquina, a mercadoria ou o produto, chame da forma que lhe for conveniente, pois o que realmente importa não é o que representa ou até mesmo o que é, simplesmente tem que funcionar da maneira que lhe foi programado.

 

Alguns até se arriscam em dizer para os responsáveis pela função de verificar as etapas terem cuidado, pois uma combinação diferente pode gerar problemas futuros, quem sabe até o domínio das máquinas sobre nosso sistema. Mas o que seria o sistema? Algum meio que poderia entrar em colapso a qualquer sinal de rotulação não correspondente ao seu produto? Ou poderia ser uma enorme ameaça ao ramo de indústrias no meio em que vivemos?

 

Sociedade "rotulista" colocando padrões de beleza, de comportamento, moldando gostos, caráter e pensamento. O produto com defeito, nada mais é do que um ser humano rotulado.

A rotulação do indivíduo

Confira também

© 2015-2016. Criado por Vinicius de Morais Pontes, sob orientação do profº Nilton José dos Reis Rocha. FIC/UFG.